Inicial > Emprego > Emprego-Reeleição da Dilma e o mercado de trabalho

Emprego-Reeleição da Dilma e o mercado de trabalho

Depois de uma eleição muito disputada e acirrada a atual presidente conseguiu a maioria dos votos válidos e irá assumir em 2015 o seu segundo mandato presidencial.


Publicidade

O resultado do segundo turno as eleições 2014 para Presidente da República foi como muito esperavam, super disputado e com uma diferença bastante pequena, e nesta briga quem acabou saindo melhor foi a candidata a reeleição pelo PT(Partido dos Trabalhadores) Dilma Rousseff, recebendo 54.501.118 de votos ou uma porcentagem de 51,63%, uma diferença bastante pequena para o seu adversário Aécio Neves que recebeu um total de 51.041.155 votos ou seja 48,36% do total de votos válidos.

E como a maioria vence a Presidente Dilma segue no poder por mais quatro anos, e com certeza esse seu mandato será de grandes desafios uma vez que o cenário atual é completamente diferente quanto ela foi eleita pela primeira vez em 2010.

E no centro desse turbilhão encontra-se o trabalhador que independente de ter votado neste ou naquele candidato esta se perguntando, como ficará o mercado de trabalho neste segundo mandato da Dilma?

A resposta de imediato neste momento é depende!

E a explicação é bastante simples, vai depender da postura que a Presidente vai tomar para este seu segundo mandado, é fundamental que ela traga informações claras e objetivas ao mercado, até mesmo para que este possa se acalmar e acreditar que ela seguirá com um plano de governo sem alterar as suas regras durante o jogo.

Quando o Presidente Lula foi eleito a primeira vez ele veio a público e deixou claro quais seriam as suas mudanças econômicas e que caminho iria seguir o seu governo, com isso ganhou a credibilidade dos investidores e do mercado.

Então de inicio é isso que a Presidente Dilma precisa fazer, trazer informações claras e precisas a respeito de qual será a política econômica que seu governo adotará e trazer garantias de que irá seguir tais planos para tentar trazer a confiança novamente aos mercados.

Afinal investidores e grandes empresas ficam reticentes em fazer grande investimentos e expansões de negócios com um governo que não trás garantias e transparências em suas ações.

Assim sendo os próximos passos da Presidente são cruciais para concluir como ficará o mercado de trabalho. Lembrando que novos empregos e melhores salários só são possíveis com investimentos sejam internos ou vindos do exterior, por isso é fundamental que a confiança na Presidente melhore, caso contrário o que poderemos ver será um cenário de baixos salários e desemprego a curto e médio prazo.


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

2011-2016 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade