Inicial > Emprego > FGTS-Como usar o dinheiro do fundo de garantia

FGTS-Como usar o dinheiro do fundo de garantia

Com o desemprego em alta, cada vez mais pessoas estão utilizando recendo do FGTS após a demissão e saber utilizar esse dinheiro é fundamental neste período de vacas magras.


Publicidade

A cada dia que passa é mais comum encontrar alguém que acabou de perder o emprego, com certeza em sua família ou em seu círculo de amigos, você deve conhecer alguém que está desempregado ou que acabou de perder o emprego recentemente.

E nestes tempos difíceis o dinheiro que o trabalhador recebe no acerto após ser demitido e também o valor acumulado no FGTS (Fundo de garantia por tempo de serviço), é fundamental para poder enfrentar esse período de turbulência sem trabalho, poder pagar as contas e claro manter-se até conquistar uma nova oportunidade.

E como nem sempre um novo emprego surge rapidamente, é fundamental colocar os pés no chão e saber administrar esse dinheiro com inteligência, para que você não passe nenhum sufuco e não precise recorrer a empréstimos e pagar juros, e complicar de vez toda a sua vida financeira.

Como usar o dinheiro do FGTS

Segundo pesquisas, atualmente no Brasil devido a crise, um trabalhador leva em médio oito meses para conseguir recolocação no mercado de trabalho, então se você acabou de perder o emprego, o primeiro passo é sentar com a sua família e colocar todos os gastos em uma folha de papel!

Sim! Colocar no papel é a melhor forma de saber onde estão todos os gastos, dos maiores ao menores, dos fundamentais e mais importantes aos menos importantes e supérfluos.

Uma vez com essa relação completa de todos os gastos, é hora de começar a fazer cortes, mas não apenas no supérfluos, é hora de reduzir gastos de forma drástica, afinal você não pode mais contar com a renda no final do mês, e terá que administrar o valor que recebeu do acerto e do FGTS pelo maior tempo possível, uma vez que com o mercado em crise poderá levar meses até conseguir um novo emprego.

Fazer sacrifícios

Nessas horas alguns sacrifícios são necessários, como cortar a TV a cabo, cortar planos de celulares e voltar a utilizar o pré-pago por exemplo, deixar de comer fora, fazer pesquisa em dois ou três supermercados e comprar em cada um somente o que está mais barato, etc.

Enfim, esses são apenas exemplos e você com a sua lista em mãos sabe onde pode e não pode cortar gastos, mas lembre-se em tempos de dificuldades é fundamental fazer sacrifícios! É melhor abrir mãos agora por algum tempo de produtos e serviços que você gosta do que acabar gastando suas economias de maneira equivocada e passar aperto lá pra frente.

Evite o cartão de crédito

Essa dica é fundamental, em especial para aquelas pessoas que costumam comprar por impulso! Então sempre que for as compras leve ou saque dinheiro em espécie, assim você uma melhor noção do que está gastando e quanto tem para gastar!

Essas são dicas bastante simples, mas que se levadas a sério com certeza faram o seu dinheiro durar mais tempo até você conseguir conquistar um novo trabalho.


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

2011-2016 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade