Inicial > Emprego > Recém-formado e desempregado

Recém-formado e desempregado

Cresce o número de jovens que acabaram de terminar a graduação e encontram as portas fechadas do mercado de trabalho devido a crise que o Brasil enfrenta.


Publicidade

Depois do sonho de conquistar a aprovação no vestibular, e encarar entre 4 a 5 longos anos nos bancos da faculdade, cada vez mais estudantes se deparam com um cenário preocupante, que é o cenário de desemprego crescente, e assim tornam-se recém-formados e desempregados!

Muitos jovens que anos atrás escolheram cursos que estavam em alta, e bombando, especialmente nas áreas de engenharia, agora pós formatura, encontram uma situação totalmente inversa, com empresas cortando postos de trabalho e enjugando suas equipes, diminuindo investimentos e adiando possíveis expansões.

Um exemplo claro deste tipo de situação está na construção civil, que lá em idos de 2008 e 2009 estava indo de vento em polpa, fazendo com que milhares de jovens ingressassem no nível superior, vislumbrando um mercado de trabalho promissor após a formação.

E não é só a área de engenharia civil que enfrenta dificuldades, praticamente todos os setores seguem sem contratar, colocando assim milhares de jovens profissionais na relação de desempregados.

Para se ter uma ideia do cenário negativo que passamos, é possível encontrar muitas histórias parecidas, de estudantes que realizaram intercambio no exterior, ou que fizeram estágio em grandes empresas durante a graduação e mesmo assim, após a formatura, não conseguem encontrar emprego em suas áreas.

E em curto prazo não é possível vislumbrar uma melhora desse cenário, o que significa, que estes jovem poderão levar ainda muito tempo para ingressarem no mercado de trabalho, e algo ainda mais preocupante, é que muitos desses jovens com ótimas qualificações, podem acabar buscando o mercado informal, e deixem de atual nas áreas de atuação que possuem formação, e com isso todos perdem, afinal é mão de obra qualificada que poderia ajudar o país crescer e gerar ainda mais emprego.

Enfim, resta aguardar e torcer para que toda a crise política, de confiança e econômica venha a ter uma solução, para que gerações de profissionais não fiquem com seus diplomas pendurados em casa sem poder atuar para o que estudaram por falta de oportunidades.


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

Um comentário
2011-2016 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade