Inicial > Dicas > Cuidados ao acender velas

Cuidados ao acender velas

Aparentemente a pequena chama de uma vela pode parecer inofensiva, porém se utilizada da maneira incorreta pode ocasionar grande prejuízos e inúmeros outros desastres.


Publicidade

É comum de tempos em tempos ouvir histórias tristes, como incêndios ou ferimentos causando pela utilização de velas, por isso neste artigo vamos trazer diversas dicas para que você utilize velas com mais segurança.
● Tópicos:
Introdução;
Longe de crianças;
Longe de cortinas;
Fique por perto;
Escolha a base correta;
História;

Introdução

Acender velas é uma pratica muito comum em diversas religiões e cresças, seja para homenagear algum Santo do dia, pedir ou agradecer alguma graça recebida, ou até mesmo em caso de falta de energia as velas são uma ótima maneira de contornar a escuridão.

E por ser um produto facilmente encontrado nos lares brasileiros é sempre muito importante tomar alguns cuidados quando for utilizar uma vela, seja para fazer a sua oração, homenagem ou até mesmo devido a falta de luz.

vela acessa

E são alguns desses cuidados simples porém fundamentais que vamos tratar neste artigo, e assim evitar que uma simples chama venha a causar grande problemas como incêndios e até mesmo perda de vidas.

Longe do alcance das crianças

Quem possui crianças pequenas em casa é imprescindível armazenar produtos inflamáveis bem longe do alcance dos pequenos, afinal eles são sempre muito curiosos e não sabem quais são os verdadeiros riscos e perigos que estão correndo, principalmente quando o assunto é o fogo, desta forma mantendo velas, fósforos ou qualquer outro produto do gênero distante deles você esta protegendo a sua família.

Longe de cortinas e janelas

Nunca acenda sua vela próximo a cortinas ou janelas, uma vez que pode acontecer um corrente de vento e a cortina ser lançada sobre a chama da vela, e com isso causar um incêndio, queimando a cortina ou até mesmo derrubando a vela acessa sobre sofás, carpetes ou balcões.

Apesar de simples esse é um erro que muitas pessoas ainda cometem e não é raro ouvir ou ler notícias de que uma casa acabou pegando fogo por alguém esquecer uma vela acessa perto de locais impróprios.

Esteja por perto

Sempre que for acender uma vela em casa, esteja sempre por perto e não saia de casa sem antes apagar ela caso a mesma ainda esteja acessa, pois muitas pessoas acabam acendendo as suas velas e deixam seus lares para ir ao trabalho, compras, etc e não tem ideia do risco que seus lares podem acabar correndo em caso de algum acidente ou queda da mesma sobre algo de fácil combustão.

Base que não queima

Ao acender uma vela sempre utilize na base dela algo sólido e que não queime, como por exemplo pratos, canecas de louça, tampas de ferro/metal, nunca utilize como suporte para a sua vela materiais como madeira, plástico ou qualquer outro produto que entre em combustão.

Acredito que com essas dicas, simples de serem seguidas é possível acender a sua vela com muito mais segurança e com menos riscos, e o motivo de eu estar escrevendo esse artigo, é que recentemente ocorreu um incêndio no bairro no qual moro e o motivo foi justamente uma vela acessa em local impróprio que foi esquecida pelo morador.

Linda mensagem-Velas precisam ficar acesas

História da vela

E como o assunto desde artigo são velas, nada mais junto que trazer um breve resumo a respeito de sua história, e como tudo começou.

A história da vela, confunde-se com a própria humanidade, afinal desde o tempo pré-histórico, o homem que ainda vivia nas cavernas já se utilizava de algo muito parecido com as velas que conhecemos hoje, porém essas “velas pré-históricas” eram feitas de gordura animal e fibras vegetais.

Em diversas religiões a velas também possuem grande representação, segundo estudos elas já eram utilizadas por gregos e egípcios em seus cultos no século 10 a.C. Porém a sua fabricação industrial teve inicio somente no século XVIII na Inglaterra, as velas nessa época eram feitas de sebo ou então de cera, e seus custos eram elevados, mas com a industrialização a mesma e sua fabricação em grande escala os custos foram reduzindo, podendo assim mais pessoas terem acesso a esse item que era muito utilizado para iluminar seus lares, uma vez que ainda não existia a energia elétrica como conhecemos hoje.

Já as velas de parafina como conhecemos atualmente só foi inventada no século XIX, ela veio então substituir a utilização do sebo e da cera, e com isso os custos para fabricar uma vela também caíram.

E com a chegada da energia elétrica, as velas que antes eram utilizadas principalmente para a iluminação dos lares, acabou deixando essa função de lado, e ganhou outras utilidades, principalmente na religião, como demonstração de fé e esperança, ganhou cheiros e aromas, e é item fundamental em festas de aniversário.


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

Um comentário

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2011-2017 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade