Inicial > Emprego > Criação de novos empregos cai em 2015

Criação de novos empregos cai em 2015

Vendas abaixo da média e um final de ano bastante fraco no comércio compromete a criação de novos postos de trabalho neste inicio de ano.


Publicidade

O resultados das vendas deste final de ano parece não ter animado muito os comerciantes e a indústria em geral, em diversas matérias e reportagens a respeito do assunto o discurso que mais se ouve é que as vendas desde final de ano deixaram bastante a desejar, sendo uma das piores dos últimos anos.

E a resposta para esse baixo volume de vendas pode ser bastante simples e rápido, trata-se do endividamento das famílias brasileiras, que acumulou dividas e parcelas nos últimos anos, sendo que algumas iram levar anos para serem quitadas, como é o caso da compra da casa própria e do carro novo.

Com isso, a maioria das famílias puxou o “freio de mão” do consumo, e não foram as compras neste fim de ano, trocam os presentes pelas lembranças e deixaram de presentear parentes e amigos como em outros anos.

E com vendas menores e abaixo do esperado as empresas não contrataram novos profissionais, um exemplo típico em anos de vacas gordas, era a contratação de forma efetiva de profissionais temporários, já neste ano o número de profissionais temporários que foram contratados diminuiu bastante, tudo isso reflexo da crise econômica que o país enfrenta.

Pode ficar ainda pior

E o cenário vivido nesta virada de ano pode ser somente uma amostra de como será este ano de 2015, que promete ser um ano de fortes ajustes na economia de nosso país, com aumento de juros, inflação em alta e consumo cada vez mais em baixa.

Desta forma, para quem esta fora do mercado de trabalho, o melhor a fazer é reduzir gastos, evitar desperdícios no dia a dia, como luz, telefone, celular, alimentação etc, e continuar na busca de oportunidades, que apesar de mais escassas continuaram existindo, porém a concorrência por essas vagas será maior, por isso a necessidade de estar sempre buscando aperfeiçoamentos, cursos e melhorando o currículo ao máximo, para que quando as vagas surgirem você não deixe escapar.

Já para quem esta empregado, o momento é de trabalhar forte, mostrar resultados aos gestores e assim garantir o emprego, pois caso exista uma deterioração maior da economia, muitos postos de trabalho podem vir a serem fechados, e quando isso acontece, sabemos que os primeiros a serem demitidos são aqueles profissionais menos produtivos, já profissionais produtivos e competentes, esses são sempre retidos pelas empresas, até mesmo em épocas de crise.

Neste cenário vale a pena lembrar daquele ditado que diz: “Com crise se cresce”, então é o momento de vestir a camisa da empresa, enfrentar todas as turbulências que podem surgir e depois que tudo passar, alçar voos ainda maiores, que podem ser dentro da própria empresa ou em outras organizações.

E sobre o cenário atual, qual a sua opinião ? Quais as suas expectativas para o ano de 2015?


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

2011-2016 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade