Inicial > Informação > Falta de água e o problema da taxa básica na conta

Falta de água e o problema da taxa básica na conta

Com o forte calor e pouco chuva diversas cidades brasileiras sofrem falta de água devido a racionamentos programados.


Publicidade

Que o calor esta acima da média nessas últimas semanas é unanimidade, e o calor juntamente com a falta de chuvas trás outros agravantes, muito mais complicados que o calor em si, que é diminuição dos reservatórios e consequentemente o racionamento e a falta de água em muito lugares.

E atualmente com o forte calor, inúmeras cidades brasileiras já estão fazendo rodizio de racionamento, ou seja, em determinados dias certos bairros ficam sem água.

E residências que não possuam caixa de água para enfrentar o período de racionamento, acabam ficando sem água para nada, nem para cozinhar, para tomar banho, para lavar roupas ou a louça suja, para dar descarga, e o pior nem água para beber, o que sem sombra de dúvidas gera inúmeros contratempos e problemas.

Taxa básica fatura de água

No Paraná por exemplo, a empresa responsável pelo abastecimento é a Sanepar, existe uma franquia mensal de 10 m³(10 mil litros de água por mês), ou seja, pelo favor da tarifa mensa, você pode utilizar até 10 mil litros de água no mês, se consumir acima disso terá que pagar um valor adicional.

No entanto, a maioria das residências não consome isso tudo de água, agora imagina se todos os consumidores resolvessem utilizar essa quantidade mínima de água? Com certeza faltaria água na cidade, mesmo em dias de pouco calor.

E com essa taxa básica, é comum ouvir das pessoas a seguinte:”Vou gastar água, pois já ta pago mesmo, se não usar serei cobrado igual”,ou seja, essa taxa básica acaba muitas vezes desestimulando a economia de água por parte de muitas pessoas.

Mas claro, que de nada adianta a empresa de água e esgoto remover a tarifa básica e acabar cobrando ainda mais caro o valor do metro cúbico, pois querendo ou não sabemos que essa tarifa básica é uma maneira da empresa lucrar mais, uma vez que a maioria das pessoas não consome os 10m³ ao mês.

Valores mais baixos sem taxa básica

Seria interessante nessa história toda acabar com a taxa básica, e o consumidor pagar somente pela água que realmente consumir, se por exemplo a tarifa mensal é de 50 reais por 10 m³ de água, uma residência que gaste somente 5m³, pagaria somente 25 reais, o que com certeza seria uma motivação para todos economizarem água, afinal quanto mais economizar, menos será a fatura no final do mês.

Infelizmente não entendo como funciona todo esse processo, e por quais motivos a água é vendida dessa forma, pois imagina se a conta de luz fosse assim também, ou seja, você paga um valor fechado para um consumo de 100kwh, se gastar 30kwh, pagaria o valor de 100kwh, o que aconteceria? Com certeza as pessoas não iriam poupar energia, e deixariam luzes acessas sempre, som, tv, etc, afinal poupar para que?

Então é algo a ser pensado e discutido, e por favor, especialistas no assunto, digam o que vocês acham a respeito desse assunto?


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2011-2016 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade