Inicial > Informação > O problema de não largar o osso e ficar acomodado(a)

O problema de não largar o osso e ficar acomodado(a)

Em muitas situações da vida é preciso mudar e quebrar paradigmas para buscar situações melhores.


Publicidade

É muito comum ouvirmos e até mesmo falarmos, que determinada pessoa não “larga o osso”, e isso acontece quando aquela pessoa esta a muito tempo na mesma situação que em alguns casos não é a melhor possível, pois esta ruim como um osso que esta com pouca ou nenhuma carne, mas mesmo assim a pessoa continua lá, firme e forte.

E o problema em não “largar o osso”, são inúmeros, uma vez que as pessoas acabam se acostumando e se acomodando com aquela situação, que não é das melhores, mas sempre colocam na cabeça que poderia ser pior.

Por isso é fundamental estar sempre em movimento, sempre buscando melhorar, seja profissionalmente, seja como pessoa, namorado(a), marido, esposa, estudante, enfim.

Quando existe o contentamento de que aquilo tudo esta bom, de que você não precisa mais melhorar ou buscar algo melhor, é um sinal de alerta, pois esse contentamento momentâneo com o seu “osso”, em pouco tempo pode acabar tornando-se um grande problema, principalmente quando o tempo passar e você perceber que não fez nada para mudar aquilo.

Sim, esse artigo parece meio confuso, bastante genérico e sem muito nexo, mas a ideia é justamente essa, ser bem abrangente e atingir em cheio aquelas pessoas que neste momento estão contentes com o a situação atual, e não querem “largar os seus ossos” mesmo sabendo que possuem potencial para muito mais.

Por isso, se de alguma forma você identificou-se com esse texto, é um bom sinal, sinal que você sabe que tem algo de errado e precisa mudar, que é necessário deixar esse osso atual e buscar algo melhor para você, que lhe faça mais feliz, independente do que seja, se um novo emprego, relacionamento, estilo de vida, etc.


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2011-2017 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade