Inicial > Saúde > Sacrificar cachorro doente e idoso

Sacrificar cachorro doente e idoso

Não é fácil receber o diagnostico de um veterinário no qual é necessário sacrificar seu cachorro, no entanto caso isso aconteça é necessário ter força e coragem e evitar o sentimento de culpa.




Infelizmente o tempo não perdoa ninguém, e todos nós envelhecemos e ficamos idosos, o mesmo acontece com os animais de estimação, porém para eles o tempo passa ainda mais rápido e envelhecem com mais rapidez do que os humanos.

E quando o cão fica idoso e doente, em estágio terminal, em alguns casos o melhor caminho para evitar tanto sofrimento é sacrifica-lo, apesar de ser algo dolorido para o seu dono, afinal foram anos de amor, carinho e muitas alegrias, mas neste momento é importante pensar no sofrimento que o animal esta passando, um sofrimento que só tende a aumentar com o passar dos dias.

Como exemplo posso citar a história do cachorro de um amigo, que tinha 15 anos, e que devido a idade acabou ficando cego, e com o passar do tempo, mesmo tendo um ótimo cuidado e atenção outras doenças surgiram, o animal praticamente não andava mais e se alimentava com muitas dificuldades, o sofrimento dele era visível.

Em uma consulta com o veterinário, ele foi informado que o melhor caminho seria sacrificar o seu cachorro, de inicio ele relutou afinal eram 15 anos de convivência com o seu companheiro, no entanto o médico veterinário explicou que poderia indicar novos medicamentos ao seu “companheiro”, que poderia dar uma sobrevida maior, mas também iria prolongar o seu sofrimento, por fim esse amigo com muita dor no coração decidiu por sacrificar seu antigo amigo, pois segundo o médico veterinário seria a melhor opção para dar um fim a tanto sofrimento ao seu cão.

Desta forma, você que possui um cachorro idoso e bastante doente que sofre diariamente, é importante consultar um médico veterinário de sua confiança para que ele possa indicar o melhor tratamento a ser seguido, e caso a possibilidade de sacrificar seu cachorro seja citada, o importante é manter a calma sempre, e esgotar todas as possibilidade de tratamento e até mesmo consultar e saber a opinião de um segundo ou terceiro médico veterinário, e se o sacrifício for a unica saída, é importante ter muita tranquilidade e seguir com o processo, pois você estará fazendo o que é melhor para o seu animalzinho, pois mais difícil que seja, é importante lembrar que é o melhor para ele, é um sofrimento que chegará ao fim.

Como sacrificar cachorro doente

Essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem, é importante reforçar que você não deve tentar sacrificar um cão sozinho em casa com métodos que você ouviu alguém falar que funcionam, o melhor é buscar ajuda de um profissional de saúde animal(veterinário), conforme já comentamos anteriormente, pois ele tem o conhecimento e a técnica correta de fazer esse sacrifício com medicamentos que evitam que o cachorro sinta qualquer tipo de dor ou sofrimento.





Leia também:
Artigos possivelmente relacionados:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

Tem Facebook? Curta e receba atualizações diretamente no seu face!

23 Comentarios para o post: Sacrificar cachorro doente e idoso

  1. Realmente não é facil receber o diagnostico de que seu cachorro deve ser sacrificado, mas muitas vezes apesar da tristeza e da dor no peito esse é o melhor destino para o seu melhor amigo, pois é melhor ele descansar e sem dor do que viver sofrendo com dores e tristeza diariamente.

  2. Paty on dezembro 10th, 2011
  3. Meu cao , 16 anos de amizade e carinho, hoje cego,surdo e devido ao cancer de pata …virou tripe..ta doente , velho, se suja sozinho e não que comer muito…mas nao desisto dele, vou junto ate o fim.
    ME deu alegria, hoje divido com ele a dor de esperar a hora de partida. ..se nao tiver jeito ,, um profissional vai aliviar o sofrimento
    Eu nunca.. vou esperar poder ajudar no final
    Ele me amou , protegeu..entao só peço a ele descansar e partir em paz.

  4. Rubens on junho 19th, 2012
  5. a cadelinha de casa foi sacrificada ontem…os momentos que antecederam o sacrificio parecia que ela sabia o que ia acontecer, ficou em pé nos olhando abanando o rabo, parecia que queria se despedir…mesmo assim tentou morder a vet….rs…a vet.disse que estava acostumada com o mau humor dela e aplicou uma injeção anestésica nela…tava dificil achar uma veia pois ela estava muito desidratada, estava muito magra…a vet. disse que demoraria uns 15min para fazer o efeito, mas como ela estava muito debilitada o medicamento fez efeito quase que imediato, ela se deitou e deu uma ultima olhada pra mim e pra minha filha, respirou fundo e fechou os olhos, veio a segunda dose do medicamento…a vet. disse que esta era para endução ao coma, aplicou e em instantes ela ficou sem nenhum reflexo ainda respirando…veio a terceira dose…essa era a ultima e letal para enduzir a parada cardiaca, aplicou e ela repirou fundo três vezes e parou de respirar.

    cheguei em casa e minha esposa estava no portão, falei a ela que estava tudo acabado e ela desabou a chorar…disse que tinha uma ponta de esperança de que eu voltasse com ela e que como quase por milagre a vet. tivesse achado uma solução ,mas para seu desapontamento voltei sem ela…fiquei muito triste, hj pela manha abri a porta e fiquei olhando como se ela fosse entrar a qualquer momento, mas isso ñ aconteceu.
    minha esposa disse que por enquanto ñ quer outro cachorro, disse que é muito duro vc criar durante 15 anos e depois ter que ve-lo partir.
    desculpe pela história triste…mas preciso desabafar com alguém, pois em casa tive que manter rigido pq a minha filha e minha esposa estavam sem condições de tomar qualquer decisão e eu ñ poderia amolecer neste momento…

  6. luiz on julho 11th, 2012
  7. Dia 02/09, foi meu aniversario, e tambem um dos dias mais dificeis que passei, pois meu cão da raça fila chamado tigre dormiu para sempre, ele estava com osteossarcoma e nem as medicações estavam sedando sua dor, foi então quando eu, meu pai e minha mãe ja não aguentavamos mai ver seu sofrimento, optamos pela eutanásia, mas doi demais ver seu amigo de mais de 12 anos ir embora desta maneira ele era um muleque brincalhão e era muito amado por todos da familia e eu nunca vou me esquecer dele, os animais não deviam passar por isso, pois são inocentes e sem maldade nenhuma ,mas tenho certeza de que Deus tem um lugar bom para ele.Tigre eu te amo para sempre meu gordão, meu tigrão , fica com Deus. Fui ao velorio dele e foi sepultado dignamente e sua morte foi sem sofrimento, acompanhei tudo de perto.

  8. eliane on setembro 3rd, 2012
  9. eu queria saber o que meu cao tem ,ele estar sem força nas pernas,sem comer,os olhos remelando,por favor me ajude

  10. xande on outubro 17th, 2012
  11. Xande, o melhor a fazer é levar seu animal para um veterinário, pois lá ele poderá consulta-lo e diagnosticar a doença dele e iniciar o tratamento mais possível!

  12. admin on outubro 17th, 2012
  13. Bom ,vou contar a historia de minha cadela Kiara nasceu em Setembro de 1999. Quanta alegria pois ter um animal em casa era tudo de bom. Meu cunhado quem a trouxe.
    Bom a Kiara foi criada junto a meus filhos uma super. protetora afinal um tinha 01 ano e logo no ano de 2000 tive a menina. Kiara cuidava dos 02 com o maior carinho o tempo foi passando as crianças crescendo e ela sempre ao lado de todos nos, nos dando tantos alegrias.
    Kiara foi criada solta, pois só utilizava a coleira e não gostava de guia afinal super. dócil nem prescisava,ia a diversos lugares e jamais sequer latiu para alguém em seus passeios tanto que ia na padaria e ficava sentada ao lado de fora quietinha.
    Bom o tempo passou e aos seus quase 13 anos de vida veio a ter algumas complicações de Saúde. Eu estava trabalhando e minha esposa ligou desesperada me Xingando dizendo que a Kiara estava convulsionando e estava a procura de um Veterinário 24hs,quantas dificuldades nesta horas por fim conseguiram encontrar um, fizemos todos os exames necessário porem mesmo internada na Clinica a Kiara mesmo sob efeitos de medicamentos a mesma continuou convulsionando.
    No outro dia na hora da visita fomos informados pela veterinária que mesmo com todo o sofrimento de todos nos o momento será de decisões pois a Kiara não iria mais ter condições de permanecer naquele estado pois mesmo sob efeitos de medicamentos e dificuldades nós não teríamos mais condições de cuidar dela em casa.
    Um ponto final em uma Vida que nos deu tantas ALEGRIAS, ter que tomar a decisão tão difícil e rápida, mas mesmo assim foi dada a partida para o fim.
    17 de outubro de 12 às 21h30min
    Um adeus a minha para sempre Amiga companheira que vai ficar sempre em nossos corações.
    FMGM.

  14. Fabio Ivan on outubro 19th, 2012
  15. Eu nunca senti a dor que eu estou sentindo neste momento de decisão. Tenho um poodle em casa de 14 anos. Com a idade vieram os problemas de coração e agora, nos últimos dias, ele esta inchando, já fizemos duas drenagens nele. Os veterinários dizem que não tem mais jeito. Meus pais já decidiram que só vão esperar mais uma semana. Depois disso o sofrimento dele vai acabar. Como é difícil decidir a vida de quem se ama… o Fredy só trouxe alegrias. Foi filho, irmão, amigo, fiel, companheiro. Dele só recebemos amor! Peço a Deus que o leve antes desse dia chegar, e se chegar, tenho a certeza de que tomamos essa decisão na melhor das intençoes, por amor a ele.

  16. Thais on novembro 1st, 2012
  17. Meu Baddyzinho do coração se foi ontem! Estou com um vazio e uma dor no peito indescritivel.
    Minha irmã que dizia não aguentar mais seu sofrimento o levou para dormir.
    A tempos vinha lutando com a familia para não sacrifica-lo.
    Meu “Gorducho” um cocker caramelo com 16 anos teve um AVC ano passado, cuidavamos dele como um bebe ele tomava gardenal e novalgina.
    Nesse ultimo ano dormi na sala todos os dias, brincava dizendo que era nurse dog, pois ele trocou o dia pela noite, quando uivava o que acontecia toda madrugada eu ja sabia, ou ia fazer sua papinha que ele comia com colher o que era inacreditavel pq fazia melhor que muita gente, ou limpa-lo pq fazia xixi e pupo sentado ou leva-lo no quintal onde ele andava e andava.
    O que me matava era Ele estar bem ceguinho, surdo, com dificuldade de andar suas pernas traseiras tremiam, batia a cabeça em todos os lugares imaginaveis, caia toda hora, rodava com as patas traseiras para tentar levantar, estava com abscesso no dente canino e por fim um problema na glandula anal que a veterinaria disse que ja estava com tumoração.
    Ele se isolava bastante durante o dia, procurava os cantos da casa e ficava no portão olhando como se quisesse sair.
    Mesmo com todos esses problemas (eu o amava e sempre amarei), e queria que ele partisse naturalmente, talvez um grande egoismo da minha parte mais pergunto a voces duas coisas me digam por favor?
    Será que ele estava sofrendo absurdamente?
    E a decisão da minha irmã foi correta?

    Abraços a Todos

    Lorene

  18. lorene on novembro 13th, 2012
  19. Muito triste tudo isto.Tenho uma cachorra passando por estes sofrimentos… não anda..come na minha mão…ás vezes nem come… só faz suas necessidades deitada..e chora muito quando percebe que fez isto..pois não quer ficar perto da sujeira. Chora durnate as madrugadas e ás vezes late por 2 ou 3 horas..quase que seguidamente. NÂO TENHO coragem de sacrificá-la..sou memso uma covarde! Tá muito difícil..tô aqui chorando por vcs… e e pela Mile.. Não sei o quê fazer!

  20. vera on dezembro 20th, 2012
  21. Pois eh Lorena…minha insegurança é esta…Estaria eu fazendo o certo se fosse sacrificá-la? Se ela está ruim…o ideal não é mesmo esperar que se vá naturalmente? Este sacrifício seria bom prá ela ou prá nós que acordamos com seus uivos, choros e latidos..durante as madrugadas. Mudo ela de lugar constantemente. Dou papinha de pão de madrugada ,pois tenho receio de que esteja com fome… troco suas cobertas e as lavo quase que diáriamente para que não fique sujinha..Aii meu DEUs ..não sei o quê fazer!

  22. vera on dezembro 20th, 2012
  23. estou num dilema…minha poodle está sofrendo…ela é idosa,com problemas no coração, que a deixa ofegante, dorme o tempo todo, e agora está estressada, essa noite que passou,só queria que eu ficasse por perto,olhava pra mim ,como pedindo que a livrasse da dor. Ela tem 2 hernias no abdomem, que estão duras e cheias. O vet em sua última consulta,falou que terá que operar,mas que correria risco.
    Por amor a ela, quero parar com toda essa dor.Por que prolongar seu sofrimento ?

  24. josi on janeiro 30th, 2013
  25. Meu Deus…essa é uma das decisões mais tristes que já tive que tomar na vida! Meu cachorro, Rex, está idoso e com uma doença grave na pata e junto com este sofrimento veio a anemia profunda e infecção devido a doença. Sendo assim, nos foi aconselhado a sacrifica-lo para livra-lo de tanta dor, já que se ele for operado, irá morrer … pois é…cadê coragem??? Amanhã, por decisão de todos da família, irei autorizar o descanso dele.
    É uma dor no peito que NADA que disserem irá amenizar, NADA que vejo me distrai e NADA me faz esquecer.
    Só consigo chorar. Que Deus me perdoe por isso, mas faço isso para livra-lo do sofrimento.

  26. Cilene on fevereiro 23rd, 2013
  27. Hj tive q tomar uma das decisoes mais difices q ja tive q tomar tenho q sacrificar minha cadela q se chama Suzi da raça basset, ela tem um cancer na mama e agora apareceu outro mt maior. O veterinario q consultamos na epoca falou q ela nao ia resistir a uma cirurgia por causa da idade e q apartir do monento q ela parase d comer era hora d sacrificala e infelizmente chegou a hora, ela mao come mais nada, bebe pouquissima agua e so levanta pra fazer xixi porque eu eu levo ela no quintal, ela nao tem mais forças pra andar. Amanha a levo para sacrificar. Ela ja nos trouxe tantas alegrias e amor, nao eh justo q eu seja tao egoista. Q ela vah em paz e sem dor. Bjsss Suzi te amo. Vah com Deus

  28. felipe almeida on fevereiro 26th, 2013
  29. Hoje estive no vet. com a minha cadela Sandy com quase 17 anos porque a alguns dias ela já não está conseguindo andar.
    Já não enxerga totalmente a uns 10 meses e o veterinário me preparou para a triste decisão do sacrificio, uma vez que será melhor pra ela porque deve estar sofrendo muito.
    Muito difícil essa decisão, que Deus me perdoe mas sou obrigado a respeitar o diagnóstico de um profissional.
    Sandy, queremos sempre o melhor pra você, te amaremos para o resto de nossas vidas. Perdoe-nos.

  30. Roberto on fevereiro 27th, 2013
  31. Hoje infelizmente tive que mandar sacrificar meu cão da raça basset de 9 anos, ele iria completar 10 anos em junho. Levamos ao veterinário repetimos o exame 2 vezes e constatou a doença: Leishmaniose. Eu e minha esposa estamos passando por uma situação muito difícil, pois era como se fosse nosso filho já que Deus não nos mandou um. Espero que tenham feito o processo de sacrífício como manda lei, pois não quería-mos acompanhar para não sofrermos vendo esse momento. Que Deus esteja ao seu lado onde você estiver Betowen.

  32. Wander on março 26th, 2013
  33. Estou tão triste e com uma dúvida enorme no meu coração.
    Meu cocker vai fazer 16 anos em julho e está muito doente.
    Ele emagreceu, tem dificuldades para fazer xixi e coco, quase não come, está surdo, fica se batendo nos móveis, esta com uma anemia acentuada…mas devido a insuficiência renal, não posso dar alguns medicamentos que possuem fígado (ele iria melhorar rapidamente). Ele perdeu a musculatura das patinhas e ele fica caindo toda hora.
    Depois de ler a história de vcs, não sei se estou fazendo certo em mantê-lo assim…Ele me olha com tanto amor, faz uma força para levantar e tentar me acompanhar.
    Faz mais de 01 ano que durmo na sala com ele, não quero deixá-lo sozinho. Durante o dia enquanto trabalho, penso na dor que ele esta sentindo…
    Peço a Deus que não o deixe sofrer e que me poupe de tomar uma decisão tão dificil como essa.
    Amarei o Tobias para sempre e lembrarei dele todos os dias.

  34. Dieza on maio 3rd, 2013
  35. Estou profundamente triste, meu cachorro de 15 anos que sempre foi alegre, companheiro terá que ser sacrificado nos próximos dias….como é triste…um amigo, companheiro e sem dúvida o verdadeiro amigo do homem….Maico…vc sempre ficará em nossos corações….que vc possa descansar depois do diagnóstico de leisimaniose….te amamos……para sempre!

  36. Lúcia on maio 12th, 2013
  37. Bom dia. minha cadelinha é uma pinscher tem 13 anos. hj está muito debilitada está com câncer de mama. não está enchergando direito(olhos estão com uma sombra) … Estes sintomas vieram praticamente de uma vez só pois ela estava muito saudável…. mas o mais triste é que estou muito apertado com muitas dívidas para poder arcar com o tratamento. eu fico sem saber o que fazer

  38. Renato on agosto 11th, 2013
  39. Estou com tanta duvida,meu cão o Pingo um cocker de 15anos está cada dia pior,tem artrose está sudo cego se suja o tempo todo cai não consegue levantar e chora muito acho que é de dor tem que ser alimentado na boca e agua tambem.Aí me pergunto será que é justo deixa-lo nessas condições se ele pudesse escolher será que queria ficar assim ou descansar.Viveu feliz comigo era limpo lindo e radiante.E sobre tudo me amo todos os dias de sua vida.Estou pensando seriamente em deixa-lo partir e tira-lo do sofrimento.Já conversei com a veterinária que cuidou dele desde bebê ela disse que ele está sofrendo muito e não tem + o que fazer.

  40. Maria José on agosto 29th, 2013
  41. Sacrifiquei meu cocker hoje Snoopy quase 15 anos!!.
    Estava com problemas na coluna, um osso que nasceu em um lugar que não devia, e Hérnia de disco!!. Até ai poderia tentar controloar a dor, mas na chapa mostrou uma grande quantidade de metatase que partia do rim e preencheu todo o coração.. Ele não caiu, não definhou e inclusive estava sempre pronto para passear.. Mas ele gritava a madrugada toda de dor, a coluna já estava descendo e as patas não aguentamvam mais o peso do corpo apesar dele estar emagrecendo. Por duas semanas houve sofrimento mto intenso, eu disse ao veterinário para acabarmos com isto e ele me respondeu:
    – Silvio se fosse apenas o problema de coluna eu não concordaria jamais pq poderiamos ir tratando com acupuntura mas a metastase esta mto avancada e os remedio vão apenas prolongar o sofrimento.. Enfim, eu estava dando quantidades dobradas de Dorless e Previcox, já não surtia mais efeito.. Decidi colocar ele para dormir e aliviar este sofrimento, esta sendo duro pq estou no trabalho neste sabado e quando eu voltar para casa ele não vai me receber mais, não obstante eu tenha na minha casa ainda o filho dele e a namorada dele..
    Minha opininião é: “NÃO DEIXEM O ANIMAL SOFRER DE DOR”.. ELE NÃO MEREÇE..

  42. Silvio Aulik on outubro 26th, 2013
  43. Boa Noite, Vou contar a História da Chiquinha minha cadelinha, que tive que mandar sacrificar aos seus quase 13 anos ontem 27-11-2013. Bom meu irmão tinha ganhado a chiquinha e como ele trabalhava deixava para mim cuidar então nós começamos a se apegar, numa noite abriram a porta onde ela morava, ela fugiu por 3 dias, para vir atras de mim, por um milagre meu tio achou, então peguei ela pra mim e cuidei junto com o meu pai, dei muito amor e carinho a essa cadelinha, nos trouxe muitas alegrias em nossas vidas, enfim no decorrer dos anos ela dava muita cria e foi ficando velhinha, dai tive que mandar castrar ela, então foram aparecendo as doenças da velhice como a surdez, os olhos foram ficando embaçados, mas mesmo assim ela era muito forte até ontem ela aguento firme, no decorrer do tempo ela teve cancer na patinha, como ela ja era velhinha, não quiz que operacem então fui levando ela por mais uns aninhos com remédios e muito carinho, mas ontem chegou a finaleira para ela, eu estava no meu quarto fazendo um trabalho da faculdade e me pai me chamou, me dizendo que tinha arrebentado o cancer, dai não tive escolha tive acabar com o sofrimento do bichinho, tomar essa decisão de mandar sacrificar não foi nada facil, deram uma anestesia nela para não sofrer em segundos ela apagou e depois deram outra dose de injeção para dar um ataque cardiaco eu não conseguir olha, meu namorado presenciou, enfim esse é um desabafo, a minha casa caiu, sinto arrependimento e culpa, mas ao menos acabei com o sofrimento dela….Chiquinha voce vai mora sempre no meu coração nos meus pensamentos…TE AMO DADINHA

  44. ACMP on novembro 28th, 2013
  45. Meu cachorrinho está muito velhinho e doente, já levei ao veterinário, estou seguindo recomendações com remédios e alimentação, mas não está adiantando. Não consigo dormir, nesse momento ele já não quer comer ou beber e está sem forças p se levantar, nossa q dor q sinto, amo tanto ele. Me sinto tão impotente e ao mesmo tempo estou desesperada q amanheça logo vou levá-lo ao veterinário mas já me falaram q vai ter q sacrificar, não tenho coragem, ele é tão importante p nós, sempre foi muito sapeca e muito amado, não sei o q fazer…

  46. EU on março 6th, 2014

Deixe seu comentario e agregue mais valor para esse artigo!