Inicial > Emprego > Dia do trabalhador mas sem emprego comemorar o que ?

Dia do trabalhador mas sem emprego comemorar o que ?

O dia 1° de maio é comemorando no mundo inteiro o dia do trabalho, ou dia do trabalhador, mas infelizmente no Brasil, a classe trabalhadora parece não ter muito o que comemorar, uma vez que a cada dia mais profissionais perdem seus empregos.


Publicidade

Ontem, dia 1° de maio, foi comemorado em todo o mundo o dia do trabalhador, inclusive aqui no Brasil, porém atualmente em nosso país não existe muito o que comemorar, mas sim lamentar, visto que a cada dia que passa a massa de pessoas desempregadas e sem emprego cresce mais e mais, segundo últimos dados divulgados pelo IBGE, o número de pessoas desempregadas no Brasil já ultrapassa a marca de 11 milhões de pessoas, o que é o maior nível das últimas décadas!

E como sabemos, quanto mais pessoas desempregadas, e mais empresas fechando devido a crise, a cada dia que passa fica mais e mais difícil encontrar um novo emprego, uma vez que a concorrência aumenta de forma brutal, ainda mais com empresas fechando postos de trabalho, e colocando mais pessoas na fila do desemprego.

Nada a comemorar

Então o trabalhador brasileiro não tem nada a comemorar, mas sim a lamentar! Uma vez que mesmo qualificado, preparado e com bom currículo não encontra um local para trabalhar, jovens estudantes, recém formados, que acabam de sair dos bancos das universidades não encontram oportunidade alguma para iniciar suas carreiras, e com isso muitas vezes tentam buscar “qualquer emprego”, fora de suas áreas de formação para assim conseguirem um sustento.

Para muitos chega ser inacreditável que o nosso país chegou a esse ponto, alguns não conseguem entender a crise que assola o Brasil, um país que a poucos anos atrás crescia forte com oportunidade para todos.

Infelizmente a fase das “vacas gordas” acabou passando, muitos setores da economia como geravam milhares de emprego, hoje demitem como é o caso da construção civil que vive uma verdadeira bolha imobiliária prestes a explodir.

De quem é a culpa?

Muitas pessoas acreditam que o que vivemos hoje é na verdade uma “ressaca” do excessos cometidos anos atrás, ou seja, o excesso de meditas e escolhas erradas por parte do governo, como : Excesso de crédito nos momentos errados, que incentivou o consumo e o endividamento das famílias, e com o crédito fácil aconteceu um aumento da demanda e como a oferta não acompanhou esse crescimento veio a alta dos preços e a inflação, porém o dinheiro do crédito fácil acabou, a demanda caiu mas os preços continuaram a subir, com isso menos pessoas consumindo, empresas vendendo menos, tem inicio as demissões, e com mais pessoas desempregadas e sem dinheiro, o consumo diminui ainda mais e a engrenagem da economia começa a parar.

Claro, essa é uma maneira bastante simplista de explicar um dos fatores que nos levaram a chagar onde estamos atualmente, que é necessário refletir com a passagem desde primeiro de maio, para que quando o Brasil voltar a crescer erros parecidos ou iguais a esse não venham a ser cometidos novamente, e que toda a população fique a tenta e cobre de seus governantes medidas que incentivem o crescimento da economia de forma sólida e sustentável visando o médio o longo prazo, não de maneira populista visando o curto prazo e a permanência no poder!


Leia também:
Estamos no Google Plus, siga-nos:

2011-2016 - LzDuda.com
Contatos: Redes sociais:fb.com/lzduda - Via e-mail: lzdudablog @ gmail.com
Politica de Privacidade